Cortina de luz Tipo: SF4B-HxxC

By 6 de Fevereiro de 2016SEGURANÇA DE MÁQUINA

Cortina de luz

Tipo: SF4B-HxxC

Introdução

  • Modelo compacto, ideal para máquinas pequenas e médias.
  • Primeira no mundo com dupla estrutura.
  • Alumínio interno e policarbonato externo.
  • Sistema de alinhamento inteligente.
  • PNP/NPN configuráveis.
  • Distância máxima de até 7 metros.
  • Altura da área de proteção: de 263,4 mm a 1943,4 mm.

RECURSO

Sem necessidade de controladores especiais.

  • A saída de controle (OSSD 1 / 2) é do tipo comutação de saída PNP.
  • Os indicadores de alinhamento do eixo de feixe que tornam o alinhamento mais fácil estão incorporados.     

Informações sobre Cortina de Luz

  • Utilize este dispositivo conforme suas especificações. Não modifique este dispositivo, pois talvez suas funções e capacidades não sejam mantidas, podendo causar defeitos.
  • Este dispositivo foi desenvolvido / produzido apenas para uso industrial.
  • Este dispositivo é adequado apenas para uso interno.
  • Não se pressupõe o uso deste dispositivo nas condições e ambientes a seguir. Favor confirmar conosco se não há outra opção além de utilizar o dispositivo nesse tipo de ambiente.
  • Operação do dispositivo em condições ou ambientes não descritos neste manual.
  • Utilize este dispositivo nos seguintes campos: controle de energia nuclear, ferrovias, aeronaves, automóveis, instalações de combustão, sistemas médicos, desenvolvimento aeroespacial, etc.
  • Em caso de descarte, considere este dispositivo como lixo industrial.
  • Quando o dispositivo tiver que ser utilizado para reforçar a proteção de uma pessoa contra algum perigo que possa ocorrer nas imediações de um equipamento operacional, o usuário deverá cumprir os regulamentos estabelecidos pelos comitês nacionais ou regionais de segurança (Administração de Saúde e Segurança Ocupacionais: OSHA, o Comitê Europeu de Normatização, etc.). Entre em contato com as organizações correlatas para obter detalhes.
  • Em caso de instalação do dispositivo em um equipamento específico, siga as normas de segurança relativas à utilização, montagem (instalação), operação e manutenção adequadas.
  • Os usuários, inclusive o operador de instalação, são responsáveis pela introdução deste dispositivo.
  • Utilize este dispositivo instalando o equipamento de proteção adequado como medida de prevenção de falhas, danos ou mau funcionamento do dispositivo.
  • Antes de utilizar este dispositivo, verifique se ele apresenta um desempenho adequado com as funções e recursos, conforme as especificações do projeto.
TIPOS DE CORTINAS
ModeloAltura (mm)Número de Emissores por canal
SF4B-H12C263.412
SF4B-H16C343.416
SF4B-H20C423.420
SF4B-H24C503.424
SF4B-H28C583.428
SF4B-H32C663.432
SF4B-H36C743.436
SF4B-H40C823.440
SF4B-H48C983.448
SF4B-H56C1143.456
SF4B-H64C1303.464
SF4B-H72C1463.472
SF4B-H80C1623.480
SF4B-H88C1783.488
SF4B-H96C1943.496

Características

  • Dupla estrutura de alumínio interno e policarbonato externo. Primeira no mundo;
  • 45% mais leve que os modelos convencionais;
  • Altura maxima 1943.4mm ;
  • Ultrafin, não ocupa espaço.

Aplicações

  • Automotivo;
  • Prensas hidráulicas, pneumáticas e elétricas;
  • Esteira transportadora;
  • Máquinas para processamento em geral;
  • Sistemas de montagem;
  • Processamento de alimentos;
  • Partes elétricas e eletrônicas.

Funcionamento

PARA USO DA CATEGORIA 4 OU 3

  • Para prevenir a perda de funções de segurança devido a uma avaria pontual. Utilize sempre dois tipos de saídas de controle (OSSD 1 / 2).
  • Para prevenir a perda de funções de segurança devido à acumulação de avarias. Projete o sistema de controle para parar o dispositivo se forem detectadas discrepâncias entre as saídas de controle (OSSD 1 / 2).

Exemplo de como detectar a discrepância entre as saídas de controle

(Exemplo 1) Utilize a unidade de relé ou o controlador da cortina de luz.
(Exemplo 2) Monitorize as saídas de controle (OSSD 1 / 2) com a segurança PLC.
(Exemplo 3) Monitorize o ponto de contato da solda caso o relé de segurança seja utilizado.

PARA USO DA CATEGORIA 2

Se uma das saídas de controle (OSSD) está em uso, a saída auxiliar conecta-se ao PLC para monitorizar as operações do dispositivo, e projete o sistema de controle para parar o dispositivo se forem detectadas discrepâncias entre as saídas de controle (OSSD) e as saídas auxiliares. É possível usar outro tipo de saída de controle (OSSD).

DESCRIÇÃO
Emissor: Emite luz para o receptor que fica em frente a ele. Além disso, o estado do emissor e do receptor está indicado na seção de exibição.

Receptor: Recebe luz do emissor que fica em frente a ele. Simultaneamente, ele liga a saída de controle (OSSD 1 / 2) quando todos os canais de feixe recebem luz do emissor e desliga a saída de controle (OSSD 1 / 2) quando um ou mais canais de feixe estão bloqueados pela luz. [Exceto quando utilizar a função de bloqueio (Nota 1) ou a função de supressão (Nota 2).] Além disso, o receptor mostra seu status na seção de exibição.

Canal do feixe: Os elementos emissores de luz do emissor e os elementos receptores de luz do receptor são colocados no seguinte intervalo: 20 mm.

DISTÂNCIA DE SEGURANÇA
Calcule corretamente a distância de segurança e sempre mantenha uma distância que seja igual ou maior que a distância de segurança, entre a área de detecção deste dispositivo e as partes perigosas do equipamento. Se a distância de segurança for calculada indevidamente ou se não for mantida a distância suficiente, o equipamento não será interrompido rapidamente, antes de atingir as partes perigosas, o que pode resultar em morte ou lesões graves.
A distância de segurança é a distância mínima que deve ser mantida entre o dispositivo e as partes perigosas do equipamento, para que este não possa ser interrompido antes que alguma pessoa ou objeto possa atingir as partes perigosas.
A distância de segurança é calculada com base na equação descrita na próxima página, quando uma pessoa se move em direção perpendicular (intrusão normal) à área sensível do dispositivo.
Equação 1 S = K × T + C
S : Distância de segurança (mm);
Distância mínima necessária entre a superfície da área de detecção e as partes perigosas do equipamento
K : Velocidade de intrusão do corpo do operador ou do objeto (mm/s) Considerada como 2.000 (mm/s) para o cálculo;
T : Tempo de resposta do equipamento total (s);
T = Tm + TSF4B;
Tm: Tempo máximo de parada do equipamento (s);
TSF4B: Tempo de resposta deste dispositivo (s);
C : Distância adicional calculada a partir do tamanho do objeto mínimo detectável do dispositivo (mm) Contudo, o valor de C não pode ficar abaixo de 0;
C = 8 × (d – 14) d: Diâmetro mínimo do objeto a ser detectado (mm).

INFLUÊNCIA DE SUPERFÍCIES REFLETORAS
Se houver uma superfície refletora no local em que está instalado o dispositivo, certifique-se de instalá-lo de forma que a luz refletida da superfície não entre no receptor ou adote medidas preventivas, tais como: pintura, mascaramento, revestimento ou modificação do material da superfície refletora, etc.
O descumprimento desta recomendação pode fazer com que o dispositivo não seja detectado, resultando em morte ou lesões graves.
Distância autorizada entre este Dispositivo e a Superfície Refletora

Dados Técnicos

Alimentação24 Vcc ± 10%
Faixa de operação0,3 a 7 metros
Tempo de resposta14 mseg (Maximo)
Comprimento do cabo5 metros
Resolução25 mm (para Mãos)
Temperatura ambiente-25 a 60°C
Passo do feixe20 mm
Detecção mínima de objetos± 2,5° ou menos (para uma gama de funcionamento superior a 3 metros)
Grau de proteçãoIP65
Umidade ambiente para armazenamento30 a 85% RH
Iluminação ambienteLuz incandescente: 3500?x ou menos
Tensão rigidez dielétrica/resistência de isolação1×10?³ Vac por minuto, entre todos os terminais de alimentação
conectados juntos e cerco / 20 MOhms ou mais, com 500 Vcc
megaohmímetro entre todos os terminais de alimentação conectados
juntos ao gabinete.
Resistência à vibração/ resistência a choque10 a 55 Hz de frequência, amplitude de 0,75 mm em X, Y e Z, durante duas horas cada uma 300 / m / s² aceleração (30 G aprox.) Em X, Y e Z por três vezes cada.
Saída de controle (OSS1 e OSS2)
Tensão24 Vcc
Método de comutaçãoPNP (transistor coletor aberto)
Corrente máxima200 Ma
Fuga de corrente0,1 mA (mesmo com a fonte de tensão desligada)
Capacidade de carga máxima0,22 µF (sem carga para máxima corrente de saída)
Saída auxiliar
Tensão24 Vcc
Método de comutaçãoPNP (transistor coletor aberto)
Corrente máxima60 mA
Obs.: Essa saída não serve para aplicação de segurança
Saída auxiliar de bloqueio
Tensão0 Vcc
Método de comutaçãoNPN (transistor coletor aberto)
Corrente máxima100 Ma